Você na Cidade

x

x

Com que máscara eu vou? Point da Cidade promove distribuição de PFF2

Há quase um ano meio, quem nunca se fez essa perguntinha básica enquanto se vestia com o look para trabalhar: qual máscara vou usar para combinar com a roupa de hoje?

 

De um dia para o outro, o acessório passou a ser objeto obrigatório para os indivíduos (os conscientes e que querem se cuidar e proteger os outros também, não é meixmo?), em razão da pandemia de Covid-19.

 

Para conter o avanço do vírus e, dessa forma, evitar o colapso dos hospitais, as máscaras precisariam ser usadas por todos e todas e não se restringirem apenas aos profissionais da saúde.

 

Mas de que maneira elas seriam acessíveis à população, sem deixar faltar para os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e demais trabalhadores da linha de frente no combate à pandemia?

 

Solução?

 

Bora costurar, produzir e vendar máscaras de pano! E com duas camadas, para que elas fossem mais seguras e evitassem o contágio.

 

Foi uma chuva de máscaras de todos os tipos: personalizadas com logos de empresas, com desenhos de super heróis e heroínas, times de futebol, personagens de desenhos animados…e por aí vai!

 

Estilo não faltou para a customização.

 

Virou tendência cotidiana e, ao mesmo tempo, proteção contra esse vírus letal.

 

Até aí, tudo certo!

 

Só que os brasileiros não contavam com as famosas variantes do coronavírus – as novas cepas – que chegaram mais contagiosas e agressivas, para abalar as estruturas já prejudicadas desse país.

 

Só nos faltava essa!

 

Será, então, que as máscaras de pano que tão personalizadas e a nossa cara, já vão precisar ser aposentadas?

 

Elas não dão mais conta do recado?

 

Eis a questão!

 

Com que máscara você vai? A PFF2

 

Oi?

 

Calma! É só uma sigla que significa Peça Facial Filtrante.

 

Mas elas estão em voga e é muito importante que você saiba do que se trata.

 

Especialistas estão orientando que, em razão das variantes do novo coronavírus, as pessoas comecem a dar prioridade ao uso das máscaras do tipo PFF2 (ou N95, seu nome nos Estados Unidos).

 

Esses modelos são vistos em profissionais da saúde. Mas, agora, precisam ser tendência nos rostos de qualquer pessoa, já que a proteção dela é maior, se comparada às máscaras de pano.

 

Por quê? Porque a PFF2, além de ficar mais justa no rosto, possui uma camada que filtra, no mínimo, 94% dos aerossóis (partículas) possivelmente contaminados com o coronavírus.

 

Ou seja, bem mais poderosa, né? Inclusive, mais power do que as máscaras cirúrgicas!

 

Se você nunca viu, mas só ouve falar, a PFF2 é aquela máscara que parece um bico de pato, sabe?

 

 

point da cidade
Máscaras PFF2, modelo que será distribuído pelo Point da Cidade

 

O perfil “Qual é a máscara”, do Instagram, faz postagens diárias sobre quaisquer assuntos relativos a máscaras de proteçao contra o coronavírus, como o post a seguir:

 

Bacana, né?

 

Mas onde utilizar a PFF2? Em que situação?

 

Os especialistas orientam que a PFF2 seja usada por pessoas que não podem ficar em casa e precisam estar em locais com alto risco de contaminação. Por exemplo:

 

  • transporte público
  • mercado
  • farmácia
  • consulta médica

 

Se você, então, precisa sair para trabalhar ou ir a um desses lugares, use o bico de pato no rosto sem medo de ser feliz, combinado?

 

Ah, só um detalhe: chegou em casa, não higienize a PFF2 com álcool ou sabã.

 

Como tem filtragem específica, qualquer produto que seja jogado neste modelo pode afetar sua eficácia.

 

O que fazer? É só tirar a máscara do rosto e pendurá-la em um local arejado. Deixa ela respirar, tranquilona, de três a sete dias. Depois disso, pode colocá-la para jogo, novamente.

 

É verdade, sim, que a PFF2 é uma máscara descartável.

 

Porém, como estamos em meio a uma pandemia descontrolada e, ainda por cima, com a presença de variantes agressivas e mais contagiosas, os médicos e cientistas explicam que não há problema se ela for utilizada mais de uma vez.

 

Mas não vai achando que é para sempre, não! De 15 dias a um mês de uso já está de bom tamanho, certo?

 

– Onde comprá-la?

Normalmente, em lojas de material cirúrgico. Mas as farmácias também costumam vender a PFF2.

 

Quer uma boa notícia? Como a oferta nacional e a procura pelo modelo aumentaram, o preço das máscaras se tornou mais acessível. É possível encontrar a PFF de boa qualidade a partir de R$ 2.

 

As polêmicas KN95

 

Existe um outro modelo de máscara que passou a ser consumido pelas pessoas, conhecido como KN95. Em alguns locais – incluindo lojas de materiais cirúrgicos – ele é vendido como se fosse uma PFF2.

 

Mas não é!

 

A KN95 é uma máscara fabricada na China e que tem algumas funcionalidades semelhantes à PFF2.

 

Entretanto, sua fabricação não tem padronização, o que dificulta o controle de qualidade.

 

A Anvisa, inclusive, já publicou uma lista de fabricantes que devem ser evitados por apresentarem falha na eficiência das máscaras comercializadas.

 

Quem usa a máscara KN95 relata que ela é mais confortável e fácil de ser colocada, em relação ao modelo PFF2.

 

Isso porque a máscara chinesa não tem elástico que precisa ser preso na cabeça e, sim, atrás das orelhas.

 

 

kn95
Máscara KN95

 

 

Mas #ficaadica: não se apegue à facilidade de uso e, sim, à proteção!

 

O Point da Cidade

 

Agora que você já conhece o que é a PFF2, por que usar esse modelo de máscara e como ela é, o que acha de colocar uma dessa em seu rosto e sambar na cara desse coronavírus que ninguém aguenta mais?

 

A gente te ajuda com o Point da Cidade. Sim, ele está de volta!

 

A ação será nesta quinta-feira, 13 de maio, na Praça do Bom Pastor. É só fazer um pit stop por lá e pegar sua máscara PFF2 que será distribuída na hora.

 

Mas corre (com cuidado!) porque o Point da Cidade não dura o dia inteiro, hein?

 

A hora de se proteger e dar proteção às outras pessoas – e de graça – é agora!

 

Mas vale um “ps”: é para pegar a PFF2 e usar direito no rosto, combinado?

 

Nada de colocar uma máscara como essa embaixo do queijo ou, na pior das hipóteses, no bolso da calça, da bermuda, ou na bolsa!

 

É para tampar a boca e o nariz direito!

 

 

Sua vida agradece…e a nossa também.