Nostalgia da Cidade

x

x

Uma viagem nostálgica pelos 170 anos de Juiz de Fora!

Essa semana a Cidade está em clima de comemoração! Mas não só a nossa radinha, como também o município que a abriga numa história que já dura quase trinta anos. Por isso, o Nostalgia da Cidade de hoje é uma edição especial!

Domingo, dia 31 de Maio é o aniversário de Juiz de Fora, e em comemoração estamos organizando uma Live Solidária, com todos os cuidados necessários durante a pandemia! 

Mas até lá, que tal reforçar seus conhecimentos sobre a Princesa de Minas? Agora convidamos você para uma breve viagem pelas 17 décadas de Juiz de Fora. Vamos relembrar alguns fatos nostálgicos mais importantes. Então se prepara que tem muita lembrança aqui!

 

1850

Colônia do São Pedro. 1861.
  • Juiz de Fora vira cidade, emancipada de Barbacena, em 31 de Maio de 1850.
  • Instalação da Câmara Municipal, em 1853.
  • Construção da Santa Casa de Misericórdia, em 1854.
  • Em 1858, começa a imigração alemã na cidade, que colonizou os bairros de São Pedro e Borboletas.

 

1860

  • Inauguração da Estrada União e Indústria em 1861, que permitiu que a cidade se tornasse um entreposto comercial entre Rio de Janeiro e Minas Gerais.
  • Fundação do Teatro Misericórdia, em 1863, um dos primeiros do Estado de Minas Gerais.
  • Em 1865, a Cidade do Paraibuna passa a se chamar Juiz de Fora.

 

1870

 

  • Logo no primeiro ano da década, a imprensa local começa a surgir. Alguns nomes de destaque são O Pharol, O Constituinte e O Imparcial.
  • Palácio Barbosa Lima é inaugurado em 1878. Atualmente, ele sedia a Câmara Municipal.

 

1880

INICIAL / Minha vida na arte do audiovisual (cinema): Cia. Têxtil ...

 

  • Fundação das famosas indústrias de tecido da cidade, incluindo a Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas, em 1888. 
  • Construção da Marmelo Zero em 1889. A primeira Usina Hidrelétrica da América do Sul.
  • Fundação do Banco do Crédito Real de Minas Gerais, em 1889. 
  • Nos último anos da década, chegada da iluminação pública, telefone, telégrafo e bondinhos.

 

1890

Instituto Granbery, início do século XX.
  • Fundação do Instituto Metodista Granbery, em 1890.
  • Instituição da Academia de Comércio de Juiz de Fora, em 1894.

 

1900

Parque Halfeld, 1912.
  • Fundação da Academia Mineira de Letras, em 1909. Posteriormente transferida para Belo Horizonte.
  • Reforma da Praça Municipal nos primeiros anos da década, que veio a se tornar o Parque Halfeld.
  • Inauguração do Cristo Redentor no Morro do Cristo, em 1906.

 

1910

Construção do Paço Municipal de Juiz de Fora, em 1917.
  • Fundação dos times locais Tupynambás, Tupi e Sport, respectivamente.
  • Construção do Museu Mariano Procópio, em 1915.
  • Construção do Paço Municipal em 1918, prédio que abrigou a Prefeitura até a década de 90.

 

1920

Cine Theatro Central. 1936.
  • Fundação da Faculdade de Direito, em 1923. Posteriormente ela seria estatizada e incorporada como uma unidade da Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Fundação do Cine-Theatro Central, em 1929. Atualmente administrado pela Universidade Federal de Juiz de Fora.
  • Construção da Galeria Pio X.
  • Estabelecimento das feiras livres pela cidade.
  • Renomeação das ruas da Gratidão e do Botanágua para, respectivamente, Avenida dos Andradas e Avenida Sete de Setembro. Em comemoração ao centenário da Independência do país.

 

1930

Inauguração do Aeroclube, 1938.
  • Inauguração da Escola Normal, hoje chamada de Instituto Estadual de Educação de Juiz de Fora.
  • Inauguração do Aeroclube em 1938, um dos mais antigos do Brasil.

 

1940

Rua Marechal Deodoro. 1945.
  • Abertura da primeira loja da tradicional Fábrica de Doces Brasil, na rua Marechal Deodoro em 1945.

 

1950

Construção da Paróquia.
  • Fundação da Paróquia Melquita Católica de São Jorge, devido aos sírios praticantes do Rito Bezantino recém-chegados à cidade.

 

1960

Construção da UFJF.
  • Inauguração da Universidade Federal de Juiz de Fora, em 1960, por ato do então presidente Juscelino Kubitschek.
  • Em 1969, o Campus na Cidade Alta é inaugurado.
  • Surgimento do Grupo de Teatro Divulgação.
  • Criação do Museu de Crédito Real.

 

1970

Chafariz da Praça João Pessoa. 1975.
  • Criação do Fórum da Cultura, espaço cultural e artístico administrado pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

1980

Inauguração do Estádio Mario Helênio, em 1988.
  • Criação do Estádio Municipal Radialista Mario Helênio.
  • Inauguração do Parque da Lajinha, com 140 mil metros quadrados.
  • Transformação da antiga Companhia Têxtil Bernardo Mascarenhas em um Centro Cultural de mesmo nome, em 1987.

 

1990

Rádio Cidade, 1991.
  • Instauração do único feriado municipal da cidade: o de Santo Antônio, em 13 de Junho.
  • Inauguração da Rádio Cidade e Rádio Alô de Juiz de Fora.
  • Em 1999, a cantora juiz-forana Ana Carolina lança seu primeiro álbum.
  • Criação da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, popularmente conhecida como Lei Murilo Mendes. Foi a primeira lei de incentivo cultural a ser criada no interior do Brasil. Ainda hoje está em vigor.

 

2000

Museu da Usina de Marmelos.

  • Reforma do prédio da Usina Hidrelétrica de Marmelos para abrigar o Museu da Usina de Marmelos, em 2001.
  • Em 2003, formação da banda local Strike. Em 2007, lançam o álbum Desvio de Conduta, o que faz com que o grupo se destaque nacionalmente.
  • Instalação do Museu Ferroviário na sede da antiga Estação Central da Estrada de Ferro da Leopoldina, em 2003.
  • Inauguração do Museu de Arte Murilo Mendes, em 2005.

 

2010

UFJF reabre Jardim Botânico no dia 5 de junho - Notícias UFJF
Jardim Botânico da UFJF.
  • Criação dos cursos de Medicina Veterinária, Licenciatura em Música e Licenciatura em Letras/Libras no campus de Juiz de Fora da UFJF.
  • Inauguração do Centro de Ciências da UFJF.
  • Inauguração do Teatro Paschoal Carlos Magno.
  • Inauguração do Jardim Botânico da UFJF, em 2019.

 

Já são cento e setenta anos de muita história, desenvolvimento e conquistas. Desses, a Rádio Cidade já faz parte de vinte e nove. E seguiremos por muito mais. Parabéns, Juiz de Fora! E obrigada por tantas lembranças especiais.

Falaê

Por: Fabiana Teixeira

Oi homero eu escuto tds os dias a rádio cidade. Eu gos...

Por: Leatrice

Bom diaaaa!!! Homero é meu niver hojeeee!!!

Por: Thiago Paschoalino

Toca All The Lies e manda um alô para o Pascoal e a Ni...

Por: Luiz Pedro

Bom Dia, manda um abraço para Brasília trabalhando em...