Você na Cidade

x

x

Eleições 2020: Mais representatividade nas Câmaras de Vereadores

As eleições 2020 elegeram mais representatividade para as Câmaras de Vereadores e Prefeituras.

 

Negros

Esta foi uma eleição onde os negros conseguiram maior participação no comando das prefeituras e no número de cadeiras nas Câmaras de Vereadores. De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos mais de 5,4 mil prefeitos eleitos no 1º turno das eleições, aproximadamente 1,7 mil candidatos se declararam pretos ou pardos, o que corresponde a 32% do total.

 

O número é superior a 2016, quando 29% dos candidatos eleitos eram negros segundo a classificação do IBGE. Além disso, em 2020, pela primeira vez, os candidatos negros passaram a ser o maior grupo de postulantes a cargos eletivos no país desde que o TSE passou a coletar informações de raça, em 2014. Ao todo, 276 mil candidatos pretos ou pardos se registraram para concorrer no pleito, o equivalente a 49,9%.

 

Mulheres

As mulheres também ganharam destaque no pleito de 2020. As vereadoras eleitas (9 mil) representam 16% do total, frente a 84% de homens eleitos (47,3 mil) para as câmaras municipais. De acordo com a Agência Câmara de Notícias, os dados foram compilados pelo site Nexo, já que os resultados consolidados oficiais ainda não foram divulgados pelo TSE.

 

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, nas eleições municipais de 2016, dentre os 57,8 mil vereadores eleitos no Brasil, 7,8 mil eram mulheres, cerca de 13,5%.

 

Em Juiz de Fora, a Câmara Municipal vai contar com quatro cadeiras ocupadas por mulheres, inclusive, uma delas foi a candidata mais votada da cidade.

 

Apesar do aumento no número de vereadoras entre 2016 e 2020, a representatividade feminina nas câmaras de vereadores segue abaixo da proporção de mulheres no eleitorado. Conforme o TSE, as mulheres representam 52,5% do eleitorado brasileiro.

 

O portal Nexo ainda contabilizou que 6,3% dos vereadores eleitos no dia 15 de novembro são mulheres negras. O levantamento indica que o número de mulheres não brancas que se elegeram vereadoras aumentou 22,84% em relação à eleição de 2016.

 

Pessoas Trans

De acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transsexuais (Antra), 23 pessoas trans foram eleitas vereadoras no Brasil em 2020, sendo um homem trans e 22 mulheres trans ou travestis.

 

Este pleito foi o com maior número de candidaturas de pessoas trans nas eleições municipais do Brasil, elegendo 13 pessoas trans. Lembrando que só a partir de 2018 é que as pessoas trans puderam usar o nome social para concorrer às eleições.

 

Em todo o Brasil, este ano tiveram 294 pessoas trans disputando um cargo nas Câmaras Municipais, representando um aumento de 200%. Dos partidos, 16 são de esquerda (PSOL; PT; PDT; PV; PSB), 7 de centro (PROS, AV, MDB e PSDB) e 2 de direita (PL e DC).

 

Em Belo Horizonte, Duda Salabert (PDT) se tornou a primeira transexual a ser eleita para a Câmara Municipal como a vereadora mais votada, com 37.613 apoiadores.

Duda Salabert (PDT)

 

Fonte:

Agência Câmara de Notícias

Agência Senado

Estado de Minas

Falaê

Por: Fabiana Teixeira

Oi homero eu escuto tds os dias a rádio cidade. Eu gos...

Por: Leatrice

Bom diaaaa!!! Homero é meu niver hojeeee!!!

Por: Thiago Paschoalino

Toca All The Lies e manda um alô para o Pascoal e a Ni...

Por: Luiz Pedro

Bom Dia, manda um abraço para Brasília trabalhando em...